Com R$ 500 milhões, Softex se firma como hub de inovação do setor de TIC

Softex com 500 Milhões

Estão previstos o apoio a startups especializadas em cibersegurança e o fomento ao desenvolvimento da microeletrônica, de arquiteturas cognitivas computacionais e computação quântica

Para o biênio 2022-2023, a Softex, principal implementadora das políticas públicas do Governo Federal para o setor de TIC desde 1996, contará com recursos da ordem de R$ 500 milhões obtido a partir de relacionamento com empresas beneficiárias de leis de incentivos de PD&I por meio de incentivos fiscais.

Os recursos serão investidos em sete diretrizes estratégicas: formação e a capacitação de recursos humanos; empreendedorismo e inovação; obtenção de recursos financeiros para o setor; produção e disseminação de informações qualificadas para apoio à tomada de decisões; auxílio à implantação das melhores práticas; apoio à criação e ao desenvolvimento de novos negócios, bem como à formulação de políticas públicas.

“É um marco histórico nesses 25 anos de atividades da entidade e que nos consolida como o principal hub de desenvolvimento econômico do setor de TICs”, avalia Ruben Delgado, presidente da Softex.

Ele destaca, entre outras iniciativas importantes que serão contempladas nesses investimentos, o lançamento do programa de apoio a startups especializadas em cibersegurança e o fomento ao desenvolvimento da microeletrônica, de arquiteturas cognitivas computacionais e da computação quântica.

Fundada há 25 anos, a Softex é responsável por criar, promover e executar iniciativas no âmbito nacional e internacional nas áreas de tecnologia e inovação; bem como fomentar o processo de Transformação Digital do País

“Também teremos a oportunidade de formar cerca de 80 mil programadores para auxiliar a suprir o apagão de profissionais e capacitar especialistas em design de chips, outra área crítica, aproveitando os recursos já aportados ao longo dos últimos dez anos na rede de ICTs de 13 regiões do interior do País para a transferência de conhecimentos e de metodologias de capacitação”, complementa Diônes Lima, vice-presidente executivo da Softex.

O total de recursos e os investimentos nas diretrizes estratégicas para o período foram aprovados durante a 78ª Reunião do Conselho de Administração e Assembleia Geral Ordinária da Softex realizada no dia 30 de março, em Brasília. Ela contou com as participações de Paulo Alvim, novo ministro da Ciência Tecnologia e Inovações; do ex-ministro astronauta Marcos Pontes; do deputado Marcos Pereira, presidente do Conselho; do deputado federal Vitor Lippi, vice-presidente do Conselho; Ruben Delgado, presidente da Softex; e Diônes Lima, vice-presidente executivo da Softex.

Fundada há 25 anos, a Softex é responsável por criar, promover e executar iniciativas no âmbito nacional e internacional nas áreas de tecnologia e inovação; bem como fomentar o processo de Transformação Digital do País. Seu trabalho já beneficiou cerca de 6 mil empresas e acelerou mais de 5 mil startups.

 

BRASIL IT+ e SOFTEX: APRESENTAÇÃO DO CICLO DE AÇÕES PARA O BIÊNIO 2022-2024

 

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Softex renovaram o convênio do Projeto Setorial Brasil IT+, o maior e mais abrangente plano de internacionalização competitiva de empresas desenvolvedoras de software e prestadoras de serviços já implementado no país.

Para apresentar o novo ciclo para o biênio 2022-2024 e os benefícios oferecidos às empresas, foi realizado em 7 de abril, em todas as redes sociais da Softex e contou com as participações de Regina Moppe, CEO da Dream2B; André Calvente, líder de comunicação global na Alana AI; e Ana Tiengo, gerente de marketing e vendas internas na MC1.