A Evolução da tecnologia ao longo dos últimos 30 anos

Evolução da Internet

A tecnologia de modo geral, teve uma grande evolução nos últimos anos, em ritmo acelerado, desde a virada do milênio, vemos que pouca gente imaginava que em apenas duas décadas o mundo evoluiria de forma tão acentuada.

 

A Evolução  da tecnologia alavancada pela Internet

A internet se popularizou ficando acessível para boa parte da população. Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Biometria e outras tecnologias deixaram de ser “coisas futuristas” e passaram a fazer parte do dia a dia da população.

Você se dá conta da dimensão da evolução em uma simples transação bancária, onde há pouco tempo, tínhamos de ir até a agência, e hoje, com mais segurança, acessamos pelo smartphone, com Biometria, acessamos todas as operações possíveis, e a transação é processada em fração de segundos.

Para exemplificar esta evolução de forma clara, vamos fazer uma pequena viagem temporal para conhecer a fundo a evolução das tecnologias do nosso dia-a-dia.

a Evolução da Tecnologia

As fases principais das adoções de inovações tecnológicas

Acabamos de entrar em uma nova década. O mundo está cada vez mais acelerado, e presenciamos uma verdadeira revolução em todos os aspectos.

Então, para um melhor entendimento de como chegamos até aqui, e até mesmo o futuro a nossa frente, abordaremos alguns dos principais pontos de mudanças das fases tecnológicas nos últimos anos.

1. Início e popularização da internet

Sem dúvidas o maior marco da evolução da tecnologia do último século foi o surgimento e popularização da internet. Em 1962, já se falava sobre uma rede mundial para conectar todos os computadores do mundo.

No entanto, foi apenas na década de 90 que o famoso “www” (World Wide Web) foi criado, em conjunto com o HTTPS (um recurso que garantia o envio de dados criptografados). Foi nessa época que a internet que é tão amplamente usada hoje nasceu.

Mas essa inovação se popularizou realmente nos anos 2000!

Dos anos 60 para hoje, a internet deixou de ser usada apenas por governos (usos militares), posteriormente por grandes empresas apenas, até o uso comercial, em estabelecimentos nas ruas, para então chegar às residências e finalmente às mãos de cada usuário.

1.1 | O Início da rede mundial, qual o primeiro uso da internet: Uso Militar!

A rede Arpanet era responsável por trocar informações entre militares e cientistas durante a Guerra Fria. A rede pertencia ao Departamento de Defesa dos Estados Unidos, era financiada pela Nasa e pelo Pentágono, e tinha a intenção de não interromper a comunicação mesmo em caso de bombardeio.

Foi graças à Arpanet (Advanced Research Projects Agency Network), em outubro de 1969, nos Estados Unidos, que a Universidade da Califórnia enviou um primeiro e-mail para as instituições parceiras perguntando: “Você está recebendo isso?”

As três outras instituições parceiras responderam rapidamente que sim. Os primeiros estabelecimentos ligados através da rede Arpanet foram a Universidade de Utah, a Universidade da Califórnia (polos de Los Angeles e Santa Bárbara) e o Instituto de Pesquisa de Stanford.

Um nome importante por trás da Arpanet foi o de Paul Baran (1926-2011), um cientista especializado em comunicação digital que ajudou a impulsionar o desenvolvimento da rede.

1.2 | a criação da rede – o “www” e o “http”

O cientista britânico Tim Berners-Lee foi um revolucionário da era digital a ponto de ser chamados por muitos como o “pai da web”. Foi num laboratório na Suíça, em 1989, durante um período em que trabalhava para a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, que desenvolveu o primeiro navegador de internet do mundo, o World Wide Web (WWW).

Tim também foi o criador da linguagem de marcação que é empregada na criação de sites (o HTML) e do HTTP (um protocolo que intermedia as conexões mundiais de internet).

O cientista é tão importante que, em 2003, recebeu da rainha da Inglaterra o título de cavaleiro. Nos dias de hoje o inventor atua como professor em duas instituições de ensino superior (a Universidade de Oxford e o Massachusetts Institute of Technology).

Em 1992, o americano Marc Andreessen, que tinha apenas 22 anos e estava se formando na Universidade de Illinois, criou o primeiro navegador gráfico, o Netscape Navigator, feito a partir do Mosaic, um navegador anterior também de sua autoria.

Antes da invenção de Marc, a internet funcionava com linhas de comando FTP (File Transfer Protocol). Depois da sua invenção, Marc passou a deter 90% do mercado dos navegadores, sendo superado apenas com o advento do Internet Explorer anos mais tarde.

Em agosto de 1995, a empresa Netscape já valia 2.9 bilhões de dólares. Com a entrada do Internet Explorer no mercado, a Netscape se reinventou e deu origem ao Mozilla em 1998.